Afonso Celso é tetra campeão de ciclismo

Campeão no Amapá e tetra na Máster C Brasil

Foi difícil, complicado e muito suado. Mas, enfim, veio o tão sonhado título de campeão brasileiro, pela quarta vez consecutiva para Afonso Celso Pacheco. Ele foi o grande vencedor da prova realizada na manhã deste domingo, em Macapá, faturando 40 pontos e deixando em segundo, Paulo Fernandes, que até então era o líder do ranking brasileiro na Categoria Máster C.

A prova, bem longe da sede do campeão, começou com um pequeno atraso e, num percurso inédito para Afonso, apresentou algumas dificuldades, como, por exemplo, atravessar uma ponte de madeira com extensão de aproximadamente 100 metros. Como sempre, o agora tetra campeão brasileiro, usou de seu ponto forte, ou seja, a arrancada desgarrando do grupo no circuito de Mazagão Velho.

Afonso o no. 1 da Máster C do Brasil

– Viajei muito confiante num resultado positivo, entretanto não posso negar, até por não conhecer o percurso, que temi pelo desempenho e consequentemente a não conquista do título. Valeu o sacrifício de estar aqui.

Afonso, mesmo muito cansado e comemorado por seus companheiros, destacou as dificuldades que cada um atleta tem no dia a dia e, principalmente, nas competições:

– Eu agradeço a todos que colaboraram com essa minha temporada, talvez a mais difícil dos últimos tempos, mas quero chamar a atenção dos empresários e das autoridades públicas, para que incentivem mais as práticas esportivas. Tem uma porção de jovens desistindo do esporte por falta de apoio. Apóiem o esporte, ajudem os jovens, apelou Afonso.

Agora, Afonso que chega a Campos nesta segunda-feira, quer apenas descansar e continuar trabalhando para que o ciclismo tenha um bom calendário em 2018 e para isso continuará apoiando as ações do presidente da Federação de Ciclismo do Rio de Janeiro, Rodrigo Rocha.

Por: Arnaldo Garcia – Esporte Campos

Fotos: Divulgação