Atletas do Paraesporte em seletiva do Águas Abertas da OEB

Foto: Rodrigo Silveira

Prova será neste sábado em Lagoa de Cima. O atleta campeão nesta prova vai integrar a equipe brasileira nos Jogos Mundiais de Verão das Special Olympics, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, em 2019.

Os atletas do Projeto Paraesporte, da Fundação Municipal de Esportes (FME), Marcelo de Souza, o “Fofão” e o atleta parceiro Breno Pessanha e Ryan Borges de Souza Azeredo e o atleta parceiro Daniel Souza da Silva Oliveira participam neste sábado (11), às 9h, no Yatch Club de Lagoa de Cima, do Torneio Seletivo de Águas Abertas, organizado pela Olimpíadas Especiais Brasil (OEB).  O evento reunirá duplas de natação unificadas do Rio de Janeiro, Armação de Búzios e Campos. De acordo com o coordenador regional de esportes e representante da OEB, Tiago Siqueira, o atleta campeão nesta prova vai integrar a equipe brasileira nos Jogos Mundiais de Verão das Special Olympics, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, em 2019.
Tiago Siqueira destaca que o objetivo é reduzir a exclusão social e incentivar a prática esportiva entre as pessoas com deficiência.
— Além de melhorar a autoestima dos atletas e melhorar a qualidade de vida, reflete na melhor convivência familiar. O resultado tem sido satisfatório nas pessoas com deficiência que estão conquistando autonomia por meio do esporte — destacou.
A FME implantou em abril deste ano o Projeto Paraesporte, que atende cerca de 650 pessoas com deficiência em modalidades como natação, atletismo, futsal, bocha, vôlei, dança e equoterapia. Segundo o coordenador do Paraesporte, Fábio Coboski, o Marcelo é aluno da Associação de Proteção e Orientação aos Excepcionais (Apoe).
— Ele veio integrar nossa equipe, por meio da parceria firmada entre a Fundação e o Apoe. Inicialmente, Marcelo entrou para fazer dança, mas hoje faz natação, bocha e atletismo e praticamente passa toda manhã na sede da Fundação, onde realiza suas atividades — concluiu.
Como um dos Embaixadores das Olimpíadas Especiais do Brasil, o presidente da FME, Raphael Thuin, destaca que o esporte está mudando a vida das pessoas com deficiência, proporcionando a inclusão e melhorando o desenvolvimento social e familiar.
— O resultado do trabalho realizado pela equipe do Paraesporte pode ajudar a levar para Abu Dhabi, vários atletas de outras modalidades como futsal e  vôlei para os Jogos de Verão das Special Olympics, em 2019. Estamos trabalhando para ampliar o número de pessoas atendidas pelo projeto do Paraesporte, que tem sido mais uma bandeira abraçada pelo prefeito Rafael Diniz — destacou o presidente Raphael Thuin.
Fonte: PMCG