Douglas Marcelino busca classificação em Brasília

Douglas é uma das atrações da XXVII Copa Brasil. Foto: Divulgação

O campista Douglas Marcelino, depois de ficar todo o primeiro semestre fora das disputas, é uma das estrelas da XXVII Copa Brasil de Taekwondo, que será realizada neste final de semana no Minas Brasília Tênis Clube, no Distrito Federal. De Campos, ainda estarão participando as atletas da Fundação Municipal de Esportes, Jessica Coutinho dos Santos, na categoria adulta e Vitória Manhães Leal, Juvenil até 52 Kg.

Douglas completou 38 anos no último dia 18 e começou cedo a prática desta modalidade esportiva que é o resultado da fusão de três estilos de Karate o Shotokan, o Shudokan e o Shitoryu. Aos 7 anos, o menino bastante agitado, num passeio de família, conheceu uma academia a convite do pai. A partir dali não deixou mais o esporte, tendo o mestre Marcelino Moreira como o seu grande incentivador.

Sete anos depois, em 1993, conquistou a tão sonhada faixa preta. Um ano depois passou a participar de competições, conquistando o título estadual de 1994 e de, de quebra, vaga parta Seletiva do Campeonato Brasileiro Juvenil. Na disputa do Brasileiro foi considerado o melhor atleta da competição da qual ganhou o título.

São anos de dedicação aos treinamentos e às competições. Sofrimento também não faltou, principalmente, pela falta de recursos, o que o fez quase desistir da carreira. Isso só não aconteceu por conta do seu pai, chamado por ele de “herói”, um motivador que ensinou a retirar da sua vida a palavra “desistir”.

A história deste campista, que foi homenageado pela Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, em 2015, numa inciativa do deputado Geraldo Pudim, decolou no ano 2000, quando convidado pelo mestre Ricardo Andrade, técnico da Seleção Brasileira de Taekwondo, aceitou convite para integrar a equipe de alto rendimento do Vasco da Gama.

Em 2001, conheceu o país de origem da modalidade que escolheu, classificando-se para o Campeonato Mundial na Coréia do Sul. Nessa competição, Douglas Correia Marcelino escreveu o seu nome na história do esporte, sendo o primeiro brasileiro a vencer um coreano em campeonatos mundiais dentro daquele país.

Neste final de semana em Brasília, Douglas vai precisar de um fator que é um marco em sua vida: superação. Se vencer no Distrito Federal estará classificado para fase final da Copa Brasil, em fevereiro. Neste momento é o 11º colocado, mas acredita em uma grande virada com a conquista da classificação.

– Passei maus momentos com uma contusão na panturrilha, talvez a mais grave de minha vida, mas estou muito animado e preparado para mais esse desafio.

A Copa será dividida nas categorias Infantil, Cadete, Junior, Sub-21, Adulto e Máster e disputada por atletas faixas pretas e coloridas. A programação tem início das etapas a partir das 8h, no Minas Brasília Tênis Club. Além da revelação de novos nomes ao cenário nacional, as premiações de cada categoria e por Estados, estão “em jogo” 15 pontos no Sistema de Ranking Nacional.

Por Arnaldo Garcia – Esporte Campos