Duro Golpe! Goyta sofre gol aos 47′ do segundo tempo e se complica

Foto: Esporte Campos

O Goytacaz se complicou na seletiva do campeonato Estadual ao empatar com a Cabofriense por 1 a 1 no Aryzão. Após sair na frente com um golaço de Rodriguinho no início do jogo, o Alvianil sofreu um duro golpe ao ver a Cabofriense empatar a partida no apagar das luzes.

A equipe de Campos jogou bem nos primeiros 30 minutos do jogo, com muita disposição e bela atuação de Rodriguinho, que abriu o placar aos 3 minutos do primeiro tempo com um golaço após ótima reposição de bola do Goleiro Paulo Henrique. Na segunda metade da primeira etapa a equipe de Cabo Frio melhorou e tentou apertar o Goyta, mas de forma bem tímida e o jogo ficou morno, terminando em 1 a 0.

Na segunda etapa as duas equipes voltaram como terminaram o primeiro tempo, se alternando no ataque, porém sem efetividade. O Goytacaz acumulou cartões amarelos, 6 no total. Quanto tudo parecia se encaminhar para um vitória magra do Goyta, veio o duro golpe, após jogada na linha de fundo, Manga cruzou para Carlos Alberto, que se desmarcou e chutou no canto sem chances para Paulo Henrique aos 47 minutos do segunda etapa. Fim de jogo, 1 a 1 para decepção da torcida Alvianil, que já contava com vitória para continuar sonhando com a classificação para fase de grupos.

Com o empate o Goyta agora soma apenas 1 ponto em 2 jogos disputados na quinta colocação, já a Cabofriense foi a 4 pontos ocupando a segunda posição e segue firme como forte candidato à uma das duas vagas na fase de grupos do Campeonato Estadual. As duas equipes voltam a campo no dia 6 de janeiro, quando começa a terceira rodada da Seletiva. O Goytacaz visita o America, a princípio no Elcyr Resende. A Cabofriense, por sua vez, receberá o líder Macaé, no Correão.

Súmula:

Goytacaz 1×1 Cabofriense – Carioca Série A, 2ª rodada da 1ª fase – 28/12/2017 às 20h30
Estádio Ary de Oliveira e Souza (Campos dos Goytacazes – RJ)
Árbitro: Carlos Eduardo Nunes Braga
Assistentes: Eduardo de Souza Couto e Gabriel Conti Viana
Goytacaz: Paulo Henrique; Tenente, Cleiton, Edson e Almir; Jefinho, João Vitor (Luquinha, 19’/2ºT), Canhoto e Gabriel Galhardo; Rodriguinho (Anderson Oliveira, 31’/2ºT) e Márcio Carioca (Sodré, 11’/2ºT). Técnico: Paulo Henrique.
Cabofriense: George; Wellington Junior (Leomir, 41’/1ºT), Victor Silva, Leandro Euzébio e Airton; Levi, Davi Ceará, Bruno Tubarão e Kaká Mendes (Carlos Alberto, intervalo); Abner (Anderson Manga, 13’/2ºT) e João Carlos. Técnico: Antônio Carlos Roy.
Cartões amarelos: Canhoto, Almir, Gabriel Galhardo, Edson, Tenente e Cleiton (GOY); Wellington Junior, Kaká Mendes e Leandro Euzébio (CAB)
Gols: Rodriguinho, 3’/1ºT (1-0); João Carlos, 47’/2ºT (1-1)
Por Marcelo Pereira – Esporte Campos