Esporte na UBS: todas as terças e quintas na Alair Ferreira

Cerca de 50 inscrições foram realizadas durante a inauguração do projeto, nesta terça-feira (11). Para se inscrever, basta procurar a unidade com cópia da RG, CPF, comprovante de residência, atestado médico e duas fotos 3x4.

A Secretaria municipal de Saúde, em parceria com a Fundação Municipal de Esportes (FME), inaugurou nesta segunda-feira, o projeto “Esporte na UBS”, com várias atividades físicas, na unidade Alair Ferreira, localizada na Avenida Francisco Lamego, próximo à Ponte da Lapa, no Jardim Carioca. De acordo com a coordenadora da UBS, Fabiana Teixeira, a idealização do projeto tem o intuito da prevenção à saúde, através da qualidade de vida.

— Observamos que a população, com que trabalhamos, é de 65% de pacientes hipertensos, diabéticos, com doenças crônicas, e entendemos que o trabalho não poderia ser feito apenas com esse atendimento. Deveríamos ter um olhar além de uma consulta médica. Escutamos os atendidos, para ver como poderíamos ir além. A partir daí, apresentamos esse projeto que não gera ônus ao município e foi abraçado tanto pelo público, quanto pela Secretaria de Saúde. O intuito é prevenir a saúde através da qualidade de vida, prevenir doenças articulares e mentais, trabalhando a mente e o corpo. Penso que as atividades devem ser agregadas ao nosso cotidiano, pois o exercício físico pode ser um aliado a qualquer tratamento de doenças, e até mesmo evitar que esse desenvolvam — pontuou Fabiana.

A UBS, através da Secretaria de Saúde e FME, promoveu uma atividade inaugural, com aula de ginástica funcional ao ar livre para a população, e capoeira, judô e atividade laboral, promovidos pela Vila Olímpica Lulu Beda, do Jardim Carioca, além do trabalho de integração social, com a presença da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae).

Cerca de 50 inscrições foram realizadas neste primeiro dia de “Esporte na UBS”. As inscrições poderão ser feitas todas às terças e quintas, entre 8h e 9h. Para se inscrever, basta procurar a unidade e apresentar cópia da identidade, CPF, comprovante de residência, atestado médico e duas fotos 3×4.

Para a subsecretária de Saúde, Valéria Nunes, o projeto pode ser uma forma de aproximar a família da unidade.

— Como já reconheceu o Ministério da Saúde, o profissional de educação física é também um profissional da saúde. Esporte e saúde trabalham de forma integrada. E assim, esperamos que as pessoas cheguem atraídos pelas atividades, e a partir daí possamos fazer a captação para tratamento e prevenção da saúde, cuidando de corpo e mente. Importante destacar que tratar saúde não é tratar da doença, mas a ausência dela e esse é o intuito do projeto — destacou a subsecretária.

Idealizado pela primeira vez, o projeto terá o acompanhamento da FME, para que possa ser viabilizada a implantação em outras UBS, com o aval já concedido pela secretaria de saúde

— Feliz por mais uma vez ter esse trabalho em conjunto, essa integração entre setores do governo. Quando conseguimos entrar em uma UBS, onde realmente se busca uma melhor saúde, e podemos melhorar a qualidade de vida dessas pessoas, é um prazer. É um trabalho da UBS, que está de parabéns. O foco é levar saúde, justamente para onde se busca e precisa mais de saúde — relatou o presidente da FME, Raphael Thuin.

Por: Yan Tavares  – Foto: Luís Macapá