Ferj imita Ligas aumentando para 5 trocas por jogo

A partir deste Campeonato Estadual os clubes poderão processar 5 alterações por jogo. É isso mesmo. Os presidentes de ligas municipais e barbantes estão se sentindo o máximo, pois assim procedem em suas competições. Essa decisão tomada nesta segunda-feira em reunião do Conselho Arbitral da Federal de Futebol do Rio de Janeiro.

Poderão ficar no banco de reservas até 12 atletas, de acordo com a capacidade de assento, acompanhando o modelo do Brasileirão, que libera o número de suplentes. Só há um detalhe: o árbitro só poderá parar a partida em três oportunidades por disputante. Dá até para os técnicos combinarem os momentos das trocas.

Também na reunião, da qual participaram representantes de Vasco da Gama e Botafogo, ficou definido o valor mínimo para cobrança dos ingressos:

Os jogos no Estádio Nilton Santos terão como valor menor de R$ 20,00 (inteira, jogos entre clubes grandes e médios) e o valor máximo de R$ 100,00 (inteira, clássicos).

– Os jogos entre clubes médios terão o valor mínimo de R$ 20,00 (inteira).

– Os jogos em São Januário terão o valor mínimo de R$ 40,00 (inteira).

– Os jogos na Ilha do Urubu terão o valor mínimo de R$ 40,00 (inteira) e R$ 100,00 (inteira).

– Os jogos no Estádio da Cidadania terão valor mínimo de R$ 20,00 (inteira) e máximo R$ 100,00 (inteira, clássicos).

No Maracanã, não foram determinados os valores dos ingressos, devido a indefinição sobre sua utilização.

Arnaldo Garcia com Agência Ferj