Resende vira sob muita chuva e complica o América

Foto: Vitor Costa (FutRio)
Era um jogo de equipes pressionadas. E não faltou emoção para o duelo entre America e Resende, na tarde desta quinta-feira (28), no Estádio do Trabalhador. No fim das contas, melhor para os alvinegros, que venceram o duelo válido pela segunda rodada da Seletiva do Campeonato Carioca: 3 a 2, com direito a duas viradas na partida.
Os donos da casa pularam na frente com Jhulliam, o America passou à frente com Anderson Künzel e Assis, mas permitiu a reação do Resende, nos 45 minutos finais, com Lohan e Thiago Sales. O confronto ainda teve a presença de uma chuva torrencial no segundo tempo, que dificultou bastante a ação dos atletas nos momentos derradeiros.
O resultado positivo deixa o Resende vivo na briga pelas duas vagas na fase principal do Estadual. Com três pontos, ocupa a quarta posição. O America, por sua vez, vive um drama. Zerado após dois compromissos, está na vice-lanterna da etapa preliminar do Carioca.

Gigante do Vale pula na frente; Mecão não se abate

A necessidade pelo resultado positivo era grande de ambos os lados e a tensão parece ter atrapalhado o desenvolvimento da partida nos minutos iniciais. Poucas chances foram criadas até a parada técnica, apesar do jogo ser bastante corrido e disputado com alta intensidade de parte a parte.
O Resende, pouco mudado com relação à estreia com derrota, chegou primeiro. Jhulliam, no entanto, não conseguiu demonstrar oportunismo após jogada pela direita. Mas a segunda oportunidade ele não desperdiçou. Tiago Corrêa meteu a mão na bola dentro da área após desvio de Wandinho. Pênalti que Jhulliam mandou para o fundo das redes aos 26, com toque sutil.
Quem esperava um America sentindo o baque, se surpreendeu. O empate não tardou. Aos 30, Belarmino cruzou na medida e Andersonn Künzel se antecipou testando no canto: 1 a 1. E teve mais. Assis, em cobrança de falta fechada aos 39, anotou 2 a 1, contando com contribuição de Arthur. Antes do intervalo, os mandantes ainda chegaram perto do empate com Jhulliam, mas o centroavante parou no goleiro Felipe.
Segundo tempo de um time só, muita água e nova virada
O Resende voltou do intervalo com Lohan substituindo Pingo. E a estrela do técnico Marcelo Cabo – estreante da tarde – brilhou. Foi do centroavante vindo do banco o gol de empate aos 10 minutos, após cruzamento de Muriel da direita. Placar de 2 a 2 que deu mais justiça ao confronto.
O restante do segundo teve um time só jogando. E foi o Resende. Capitaneado por um Wandinho endiabrado, o Gigante do Vale seguiu criando chances para virar. O próprio Wandinho arriscou chute forte, tirando tinta da trave. No decorrer da etapa complementar, a chuva caiu. E foi muita água.
Com o gramado perdendo qualidade devido às poças, restou a aposta nas jogadas aéreas. E o Resende se deu bem. Em falta frontal cruzada na área, o primeiro desvio encontrou Thiago Sales livre. O zagueiro deu toque de leve. A bola, mansa, nem chegou a encostar nas redes, mas atravessou a linha: 3 a 2 aos 30 minutos.
Precisando buscar forças para uma nova virada, o America se viu sem inspiração e com um gramado que não ajudava após a chuva descomunal que castigou o Sul Fluminense. Nem mesmo as entradas de Léo Rocha e Lucas Bala melhoraram a situação. Nos minutos finais a chuva foi embora, mas os três pontos permaneceram em posse do Resende, que respira na Seletiva. Já o America, vive um drama antes mesmo de 2018 chegar.
Próximos compromissos
A terceira rodada da fase preliminar do Carioca acontece a partir de 6 de janeiro, quando o America receberá o Goytacaz inicialmente no Elcyr Resende, em Saquarema. Vida ou morte para os rubros. Já o Resende receberá o Bonsucesso, no dia seguinte, no Raulino de Oliveira.
A partida
Resende 3×2 America – Campeonato Carioca, 2ª rodada da 1ª fase – 28/12/2017, às 16h
Estádio do Trabalhador (Resende – RJ)
Árbitro: Daniel de Sosua Macedo
Assistentes: Michael Correia e Daniel de Oliveira Alves Pereira
Resende: Arthur; Muriel, Pedro Victor, Thiago Salles e Murilo; Wagner Carioca, Léo Silva (Marcelo Costa, 31’/2ºT) e Léo Lisboa (Gustavo Moura, 29’/2ºT); Pingo (Lohan, intervalo), Wandinho e Jhulliam. Técnico: Marcelo Cabo.
America: Felipe; Belarmino, Lucas Gama, Rafael Morisco e Marlon (Léo Rocha, 13’/2ºT); Diogo Alves (Lucas Bala, 13’/2ºT), Guaraci, Anderson Künzel, Tiago Corrêa e Assis (Léo Franco, 20’/2ºT); Giancarlo. Técnico: Lucho Nizzo.
Cartões amarelos: Léo Silva e Léo Lisboa (RES); Marlon (AME)
Gols: Jhulliam, 26’/1ºT (1-0); Anderson Künzel, 30’/1ºT (1-1); Assis, 39’/1ºT (1-2); Lohan, 10’/2ºT (2-2); Thiago Sales, 30’/2ºT (3-2)
Fonte: FutRio