Roxinho: Sucesso, conquistas e novos sonhos

Marcinho é presidente do Campos desde 2009. Foto: Marcelo Pereira

Campos Atlético inicia nova trajetória de sucesso e planeja novas conquistas nos próximos anos dentro e fora de campo

Com mais um acesso na conta, o Campos volta a trilhar o caminho de sucesso que já vinha conquistando nos últimos três anos, e isso foi fruto de um projeto de crescimento feito pela diretoria desde 2009, quando o presidente Mario Reinaldo da Conceição assumiu a presidência do Clube.

De lá pra cá, a partir de 2015, em parceria com o Carapebus, o Campos voltou a disputar o futebol profissional após 26 anos, foram dois acessos consecutivos, chegando a série A, onde disputou a seletiva do Campeonato Carioca em 2017, porém sem êxito a equipe não conseguiu se manter na elite e acabou sendo rebaixada.

Sem sucesso na seletiva, o clube viu na redução da taxa de filiação da FERJ uma ótima oportunidade de voltar a andar com as próprias pernas, a diretoria se reuniu, aprovou a filiação do Campos e agora disputa os campeonatos com o próprio nome do clube. Com isso o Campos disputou e já conquistou o acesso à série B2 de 2018 e irá lutar pelo título da Série C do Campeonato Carioca.

Troféus conquistados pelo Campos nos últimos anos

Conversamos com o presidente do Campos, Marcio Reinaldo, mais conhecido como Marcinho, que falou sobre o início do crescimento e ressurgimento do Campos e projetou o futuro do clube.

Esporte Campos: Como o Campos iniciou a montagem de elenco nesse processo de crescimento nos últimos anos?

Marcinho: Já no início de 2013 tínhamos projeto de voltar a disputar o futebol profissional, porém devido aos altos custos operacionais ficou inviável. Já em 2015, com a parceria firmada com o Carapebus, formamos um grupo com a maior parte do elenco com atletas de Campos e região e alguns poucos de fora, sob o comando do Rafael Soriano e foi um grande sucesso, onde conquistamos 2 acessos consecutivos, chegando a série A do Carioca.

Esporte Campos: O fato de usar a base do elenco sendo de Campos e região ajudou nesse crescimento e na identidade do clube com o torcedor?

Marcinho: Com certeza, temos muitos jogadores de qualidade em nossa cidade e região, é importantíssimo valorizar a prata da casa, porém aqui sempre ficou a critério do treinador escolher quem joga e ele sinaliza para a Diretoria as posições onde necessitamos fazer alguma contratação. 

Esporte Campos: O que esse crescimento dentro de campo já deixou de legado para o clube em infraestrutura?

Marcinho: Fizemos muitas obras em nossa sede, reformamos o salão, construímos a secretaria nova, tesouraria, sala da presidência, reformamos as duas piscinas, em 2015 reformamos o gramado e os vestiários, e ainda estamos investindo nessa infraestrutura, em 2018 vamos iniciar mais algumas obras em nossa casa.

Esporte Campos: Que obras especificamente?

Marcinho: É um grande sonho de todos reformar a piscina grande, já iniciamos o projeto para irrigação do gramado, ampliar os vestiários e um projeto tambem de academia em cima do salão.

Esporte Campos:  O clube hoje vem mandando seus jogos no estádio do Goytacaz, existe algum projeto de construção de um estádio para o Campos?

Marcinho: Temos um projeto de construção de arquibancadas definitivas, estamos fazendo o estudo de engenharia e arquitetura para saber as reais possibilidades com o espaço físico que temos disponível, está sendo elaborada um planta e assim que estiver tudo pronto iremos divulgar com mais precisão para toda a imprensa, mas a idéia é fazer arquibancadas em todo o entorno do campo.

Esporte Campos: Como você mesmo falou, o clube valoriza os jogadores de Campos e região, seguindo esse pensamento, como está sendo feito o trabalho de base no clube?

Marcinho: A base está bem estruturara, temos um parceiro exclusivo, temos a comissão técnica formada com preparador físico, um técnico para cada categoria, preparador de goleiros, tudo como temos no profissional, tanto com pessoal quanto em material. Realizamos peneiras periódicas e a cada dia recebemos mais pais trazendo seus filhos para jogar no Roxinho

Esporte Campos: Mesmo o país passando por esse momento de crise, como o Campos tem feito o trabalho de captação de recursos e patrocinadores?

Marcinho: Mesmo com todas as dificuldades, temos conseguido manter os nossos patrocinadores do clube, hoje temos uma boa parceria com o Super Bom e mais 3 parceiros patrocinadores e estamos sempre em busca de novas parcerias para manter o financeiro saudável e assim conseguir manter as contas do clube em dia.

Esporte Campos: O que podemos esperar do Campos nos próximos anos?

Marcinho: Com o acesso para a Série B2, vamos avaliar dentro do grupo que temos hoje e, devido ao sucesso, iremos manter a base do elenco e procurar alguns reforços pontuais, já que agora iremos jogar contra equipes mais fortes, e vamos buscar mais um acesso em 2018 montando um time bem competitivo para dar mais alegrias para o nosso torcedor.

Com o adiamento da última rodada do segundo turno, o Campos só volta a campo no dia 12 de novembro, para encarar o 7 de Abril, no Ferreirão.

Por Marcelo Pereira – Esporte Campos